+351 21 842 71 00

Ordem dos Médicos só acredita quando o concurso for publicado

O bastonário da Ordem dos Médicos saúda o anúncio feito pelo ministro da Saúde no Parlamento de que será lançado, na próxima semana, o concurso para colocação dos médicos que terminaram o internato na área hospitalar e de Saúde Pública nos últimos dez meses. “Esperemos que o ministro da Saúde cumpra a promessa, vamos esperar para ver o despacho publicado em Diário da República. Os médicos só acreditam quando isso se verificar”, afirma Miguel Guimarães.

A garantia de que serão lançados os concursos para a área hospitalar e de Saúde Pública foi dada na manhã desta sexta-feira por Adalberto Campos Fernandes, durante o debate parlamentar que decorreu na Assembleia da República. “Ainda bem que o anúncio foi feito, depois de toda a pressão pública por parte dos médicos e das organizações que os representam”, afirma Miguel Guimarães. Recorde-se que a Ordem dos Médicos acompanhou ontem à tarde um grupo de jovens especialistas à Comissão Parlamentar de Saúde para entrega de uma Carta Aberta que foi já subscrita por mais de três mil médicos.

“Infelizmente, é lamentável que os médicos tenham sido sujeitos a toda esta pressão e a um tão longo período de incerteza e indefinição”, acrescenta Miguel Guimarães, salientando: “Este foi sobretudo um tempo de grande perda para os doentes, com potencial prejuízo clínico enquanto aguardam em listas de espera, e para a vida pessoal e profissional dos jovens médicos. A Saúde dos portugueses não se compadece com tempos de espera políticos”.

Lisboa, 23 de fevereiro de 2018

Saiba mais:

OM acompanha jovens especialistas à Assembleia da República

Médicos exigem abertura de concursos