+351 21 842 71 00

Utilização responsável de antibióticos: todos temos um papel a desempenhar

Divulgamos a campanha da Agência Europeia do Medicamento que assinala o dia europeu do antibiótico e que visa sensibilizar para o papel que todos temos no uso racional dos antibióticos, dos profissionais, aos decisores, sem esquecer o papel dos doentes.

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o papel dos profissionais de saúde?

Enquanto profissional de saúde, pode promover a utilização responsável de antibióticos e informar os doentes quanto aos perigos da resistência antimicrobiana (RAM).

— Fale com os seus doentes sobre os antibióticos e a resistência antimicrobiana

— Mantenha-se a par das orientações e informações mais atualizadas sobre os medicamentos

— Utilize ferramentas de diagnóstico para confirmar infeções bacterianas, sempre que possível

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o papel dos doentes?

Enquanto doente, deve utilizar antibióticos de forma responsável, apenas quando prescrito e de acordo com as instruções do seu médico.

— Solicite ao seu médico/farmacêutico informações sobre antibióticos e resistência antimicrobiana

— Utilize apenas antibióticos que lhe tenham sido receitados e nunca os partilhe

— Se tiver alguns medicamentos restantes, não os utilize sem consultar o seu médico. Informe-se junto do seu médico ou farmacêutico sobre a forma de devolver ou eliminar os medicamentos em causa

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o papel dos doentes?

Enquanto doente, pode proteger aqueles cujo sistema imunitário está comprometido ou enfraquecido e que são particularmente vulneráveis à resistência antimicrobiana.

Ao utilizar antibióticos de forma responsável, pode ajudar a proteger:

— mulheres grávidas e recém-nascidos

— pessoas mais idosas

— doentes oncológicos

— doentes que foram submetidos a um transplante

— pessoas que vivem com imunodeficiência

 

Utilização responsável de antibióticos: todos temos um papel a desempenhar

O mundo necessita desesperadamente de novos antibióticos e de novas alternativas terapêuticas.

O desenvolvimento de instrumentos de diagnóstico fiáveis pode tornar a utilização prudente e responsável numa realidade.

As empresas farmacêuticas devem intensificar os seus esforços de investigação e desenvolvimento.

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o papel dos veterinários?

Seguindo boas práticas, pode ajudar a proteger a saúde animal e humana.

Enquanto veterinário, pode proteger a eficácia dos antibióticos ao assegurar uma utilização responsável destes medicamentos vitais.

— Mantenha-se a par das orientações clínicas mais atualizadas

— Utilize ferramentas de diagnóstico para confirmar infeções bacterianas, sempre que possível, e selecione o antibiótico apropriado

— Comunique rapidamente às entidades reguladoras a ausência ou a redução da eficácia dos medicamentos antimicrobianos

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o seu papel?

As bactérias desenvolvem naturalmente resistência aos antibióticos ao longo do tempo. A utilização inadequada ou excessiva de antibióticos agrava a situação.

Os antibióticos não atuam contra infeções virais.

Não os utilize para o tratamento de uma constipação ou gripe.

— Deve sempre completar o ciclo de tratamento com antibióticos prescrito

— Nunca deve partilhar antibióticos

— Se sobrarem antibióticos após o seu tratamento, não os utilize

 

Utilização responsável de antibióticos: qual o papel dos líderes e decisores?

Enquanto líder mundial e decisor em matéria de saúde, pode:

— aumentar os incentivos que reduzam o custo do desenvolvimento de novos medicamentos antimicrobianos

— recompensar o desenvolvimento de novos antibióticos de elevada qualidade, seguros e eficazes que visem agentes patogénicos prioritários

— aderir à coligação mundial de forças que combatem a RAM através de uma abordagem «Uma só saúde»