+351 21 842 71 00

Plataformas de Apoio à Decisão Clínica: Uma Nova Era no SNS

A Ordem dos Médicos realizou na quinta-feira, dia 18, uma sessão de apresentação do projeto que vai permitir que todos os portugueses, começando pelos médicos, tenham acesso gratuito a quatro plataformas de apoio à decisão clínica e de informação fidedigna, cientificamente validada. A iniciativa resulta de um protocolo que a Ordem negociou com o ministério da Saúde e terá início em outubro deste ano.

O principal objetivo é proporcionar informação clínica de alta qualidade 24 h/dia, 7 dias/semana para suporte às decisões assistenciais, às actividades de educação pós-graduada e ao desenvolvimento profissional contínuo dos médicos e outros profissionais de saúde, para apoio às decisões de gestão em saúde, às políticas e, de maneira especial, ao aumento da literacia em saúde dos cidadãos.

A apresentação destinou-se a divulgar publicamente o programa a todos os interessados, com descrição das potenciais utilizações práticas pelos responsáveis de cada uma das plataformas já seleccionadas, antevendo a sua próxima aquisição pelo SNS.

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, abriu a sessão com a convicção de que “num mundo com acesso a tanta informação não filtrada, é essencial tanto para médicos, como para os cidadãos, saberem que estão a consultar informação de
confiança que pode acrescentar segurança clínica às suas decisões”. António Vaz Carneiro apresentou sucintamente a metodologia de cada uma das plataformas, bem como explanou o processo transparente de seleção das mesmas.

Depois foi a vez dos representantes da BMJ Best Practice, Cochrane Library, DynaMed Plus e UpToDate explicarem os respetivos projetos, tal como os seus pontos fortes e particularidades.

É expectável que o acesso dos médicos a estas quatro plataformas esteja disponível no dia 4 de outubro.

Não perca a reportagem completa na ROM nº 200.