+351 21 842 71 00

Fundo de Apoio à Formação Médica contemplou quase 300 candidatos

No primeiro ano em que foi atribuído o Fundo de Apoio à Formação Médica (FAFM) apoiou perto de 300 médicos, num montante total financiado superior a 200 mil euros. Esta iniciativa, lançada no final de 2018, representa um contributo inédito para a formação médica contínua no nosso país e resulta de um dos principais compromissos do bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, para o mandato em curso.
Depois de um processo de seleção inicial das candidaturas, concluído no início de 2019, o FAFM distribuiu 289 bolsas, 282 das quais dedicadas a cursos de formação e os restantes sete apoios destinados a publicações de artigos em revistas científicas e jornais de referência com fator de impacto. O valor final atribuído a estes médicos foi de 208 mil e 500 euros, contemplando apoios em diversas áreas de especialidade, da medicina à cirurgia, passando também por áreas como direito médico ou estatística aplicada à saúde.
A criação do FAFM insere-se na estratégia da Ordem dos Médicos de apoiar e defender a qualidade da medicina, designadamente através do reforço dos níveis de qualificação dos profissionais e também da divulgação do conhecimento científico desenvolvido em Portugal.