+351 21 842 71 00

Eutanásia: Bastonário recebe delegação do CDS-PP

O bastonário da Ordem dos Médicos recebeu na terça-feira, dia 18, na sequência de um pedido do CDS-PP, uma delegação do partido. O encontro pedido pelo novo presidente centrista, Francisco Rodrigues dos Santos, teve dois objetivos principais: dar a conhecer a nova equipa do CDS-PP e expressar preocupação com os projetos que visam despenalizar a eutanásia e que foram votados, na quinta-feira, na generalidade no Parlamento.

Na semana em que foram votados os projetos de lei para a despenalização da morte assistida, do BE, PS, PAN, PEV e Iniciativa Liberal, o bastonário da Ordem dos Médicos explicou à comitiva que os diplomas em debate vão contra o Código Deontológico da Ordem dos Médicos e que podem afetar negativamente a relação médico-doente. Miguel Guimarães mostrou-se também preocupado por as propostas nada dizerem ou preverem sobre como será implementada a mudança, com que profissionais e com que custos.

A falta de resposta ao nível dos cuidados paliativos – que só chegam a 30% das pessoas que precisam – foi outro dos temas debatidos durante o encontro, com Miguel Guimarães a corroborar que é ainda menos compreensível que se avance para uma decisão como a da eutanásia sem garantir o restante acesso a cuidados de saúde.