+351 21 842 71 00

Estudo da caracterização da terapêutica para a perturbação de hiperatividade e défice de atenção

A PHDA é a perturbação de desenvolvimento mais diagnosticada na infância, afetando crianças em idade escolar podendo estender-se à idade adulta. Esta perturbação caracteriza-se por um padrão persistente de falta de atenção e/ou impulsividade (hiperatividade) e tem implicações negativas no desenvolvimento individual afetando a capacidade de relacionamento familiar e social (escolar e/ou laboral). Dado que se desconhece a realidade da Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) no nosso país quanto à prevalência, perfil terapêutico e segurança do uso dos medicamentos, a Unidade de Farmacovigilância de Setúbal e Santarém da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa e o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil estão a desenvolver um estudo destinado a avaliar:
O tratamento da PHDA;
O impacto da PHDA na família;
A segurança da terapêutica.

 

Para que os familiares dos doentes possam preencher o questionário online divulgamos AQUI o acesso ao questionário e instruções de preenchimento.

 

Com este estudo pretende-se caracterizar a terapêutica utilizada no défice de atenção em Portugal em crianças e jovens, sua efetividade e segurança; caracterizar as implicações da PHDA na vida familiar e social; as alterações observadas pelo efeito da medicação; do tipo de medicação utilizada e segurança da terapêutica para o défice de atenção através da caracterização do perfil das NE associadas a medicamentos utilizados no tratamento da PHDA em Portugal.