+351 21 842 71 00

Assembleia de Representantes tem novo presidente

A Assembleia de Representantes da Ordem dos Médicos reuniu no dia 10 de março, numa sessão realizada por videoconferência entre as três secções regionais devido ao surto pelo novo coronavírus.

José Santos, presidente cessante, abriu a reunião com a decisão de não se recandidatar à presidência do organismo, deixando palavras de profundo agradecimento a todos os que nos últimos três anos trabalharam conjuntamente para aprovar medidas essenciais para o funcionamento da Ordem dos Médicos.

Com a presidência vaga, Alfredo Loureiro e Nídia Zózimo apresentaram as suas candidaturas. As votações ditaram a eleição de Alfredo Loureiro, com 53 votos em 80 possíveis.

O ponto seguinte da ordem de trabalhos seria referente à nomeação, propostos pelo bastonário, de dois membros para o Conselho Nacional, como está previsto nos estatutos. A Anestesiologista, Susana Vargas e a especialista em Medicina Geral e Familiar, Rubina Correia, foram os nomes propostos e aprovados pela assembleia com 61 votos a favor.

O último ponto era referente à proposta de alteração ao Código Deontológico devido à problemática do tráfico de órgãos. Miguel Guimarães sublinhou a importância desta proposta para a Ordem dos Médicos, uma vez que se refere à “defesa dos direitos humanos”. A proposta acabaria por ser aprovada sem nenhum voto contra.