+351 21 151 71 00

Na agenda aceitamos eventos científicos e culturais. O critério de publicação será sempre da Ordem dos Médicos e todas as inserções ficam pendentes de aprovação. Para solicitar a divulgação do seu evento na agenda do site oficial da Ordem dos Médicos deve preencher o formulário e, caso seja um evento com patrocínio científico da OM, atribuído através do seu Conselho Nacional para Atribuição do Patrocínio Cientifico devera ser indicado o número do respetivo despacho;
– o pedido de publicação na agenda devera ser enviado com uma antecedência mínima de 15 dias em relação à data do encontro.

Clique aqui se deseja adicionar um evento científico e cultural.

A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

Lançamento “Relatório Barómetro COVID-19 e Paralisia Cerebral” – 15 de julho em formato híbrido

Julho 15 @ 14:00

A Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA)/Programa
de Vigilância Nacional da Paralisia Cerebral, convidam para a apresentação do “Relatório Barómetro COVID-19 e Paralisia Cerebral”, a ter lugar dia 15 de julho, pelas 14 horas, no Auditório do INSA, em Lisboa ou através de transmissão online.

Serão apresentados indicadores correspondentes a um ano de monitorização de como as pessoas que vivem com paralisia cerebral referiram como as primeiras fases da pandemia por COVID-19 afetaram o seu dia a dia.

O Projeto “Barómetro COVID-19 e Paralisia Cerebral” é uma colaboração entre a Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e a Escola Nacional de Saúde Pública, operacionalizado pelo Programa de Vigilância Nacional da Paralisia Cerebral.

A especial importância do “Barómetro COVID-19 e Paralisia Cerebral” reside nos indicadores de vulnerabilidade reportados pelas próprias pessoas que vivem com paralisia cerebral. Pela primeira vez, são obtidas, analisadas e divulgadas evidências de como uma crise socio-sanitária inesperada afeta a população mais vulnerável e como são percecionadas as respostas do Estado e da Sociedade.

Evidenciaram-se as dificuldades na implementação das medidas de proteção e os maiores riscos de contrair COVID-19, com potencial de desenvolver complicações de saúde acrescidas; barreiras e obstáculos no acesso à informação de saúde pública e o impacto da pandemia em interrupções ou falhas nos serviços dos quais dependem.

Os dados deste relatório apoiarão as pessoas com maior vulnerabilidade, não apenas as pessoas que vivem com paralisia cerebral, na procura da implementação de mecanismos de alerta e de intervenção que os defendam nesta e em próximas situações de crise socio-sanitária.

A participação é aberta a todos, mediante inscrição através do link.

Consulte o programa aqui

Detalhes

Data:
Julho 15
Hora:
14:00

Organizador

APAH

Local

Palácio das Necessides, Biblioteca da Rainha
Largo das Necessidades
Lisboa, 1350-215 Portugal
+ Mapa do Google