+351 21 842 71 00

Médicos fazem minuto de silêncio por colega que morreu

Naquela que foi a primeira Assembleia de Representantes (AR) da Ordem dos Médicos já depois de decretado o estado de emergência em Portugal, e apesar da reunião decorrer com restrições relacionadas com a pandemia, os médicos fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Vítor Duarte, médico que foi infetado pelo Sars-CoV-2 e que perdeu a vida para salvar a vida de outros doentes.

Na mesma reunião deste órgão deliberativo da Ordem dos Médicos, o presidente da AR e o bastonário propuseram a aprovação de um voto de pesar pela morte do médico. Alfredo Loureiro e Miguel Guimarães propuseram também um voto de louvor a todos os médicos, como forma de homenagem pelo trabalho que têm desenvolvido nos últimos meses. Ambos foram aprovados por unanimidade.

“Neste encontro, não podíamos deixar de agradecer e homenagear todos os colegas e, em especial, os que colegas que perderam a vida ou adoeceram para continuarem a estar perto dos doentes e a salvar vidas, mesmo perante um inimigo invisível sobre o qual sabíamos tão pouco e tantas vezes sem os equipamentos de proteção individual adequados. A capacidade e qualidade técnica, a dedicação inexcedível, a resiliência, a solidariedade e humanismo a que assistimos e que os nossos cidadãos tão bem reconheceram merece ser assinalada em sede de Assembleia de Representantes”, explica o presidente da Assembleia de Representantes.

Lisboa, 29 de junho de 2020