+351 21 842 71 00

Guia da prova de comunicação médica

A prova de comunicação médica é um exame de proficiência linguística para fins específicos dirigido a médicos formados no estrangeiro, cujo ensino tenha sido ministrado em língua não portuguesa e que requeiram a sua inscrição na Ordem dos Médicos. É um exame em formato e-certificação/e-assessment, para a aferição das competências linguísticas de receção (leitura e compreensão oral), e perante um júri, para aferição das competências de produção (escrita e oral). A aprovação nesta prova é requisito obrigatório para a inscrição do candidato na Ordem dos Médicos.

Salienta-se que se mantém em vigor a deliberação do Conselho Nacional datada de 17 de julho de 2018 de acordo com a qual, no caso de candidatos com a nacionalidade portuguesa, brasileira ou dos demais países da CPLP, estão dispensados da realização da prova aqueles que demonstrem terem estudado em português nalguma fase significativa da sua formação, considerando-se como tal, os candidatos que concluíram o 12.º ano de escolaridade (ou nível de ensino equivalente) em língua portuguesa. A demonstração do nível de ensino em português é efetuada mediante original do certificado de habilitações ou cópia autenticada, ou por declaração de estabelecimento de ensino devidamente autenticada.

A nova prova de comunicação médica resulta de uma parceria entre a Ordem e o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P que assinaram, para o efeito, no dia 4 de junho de 2019, um protocolo.  “A comunicação médica vai melhorar no futuro” com a implementação desta prova , considera o bastonário, Miguel Guimarães. Por ocasião da formalização desta parceria, enalteceu ainda os aspetos relacionados com a defesa da língua portuguesa, tema que tem promovido em diversas instâncias.

Anexamos o guia que tem como objetivos:

  • Divulgar informação relativa à prova de comunicação médica;
  • Responder às questões que mais frequentemente são colocadas sobre esta prova.

Download: Guia_PCM